Mem de Sá, a Oscar Freire para os cariocas alternativos.

Posted: quinta-feira, 25 de março de 2010 by bruna spaniol in Marcadores: , , , , , , ,
1

Lapa, sede da boemia carioca, também mostra seu lado fashion. O bairro que é conhecido por ser unanimidade entre as tribos, agora virou o point das fashionistas. A famosa Mem de Sá se tornou reduto dos brechós, são três na mesma rua, cada um com sua especialidade.
No local é possível encontrar verdadeiros achados a partir de R$ 1,00 que vão de fantasias de carnaval, vestidos de baile até roupas antigas, que um dia foram fora de moda, e agora são tendência.

Dona Iva costura há muito tempo, perfeccionista e atenta a todos os detalhes, ela mesma cuida da decoração e disposição das roupas, todas escolhidas uma a uma por ela e customizadas caso haja necessidade. As clientes adoram a variedade e a originalidade das peças que se misturam no meio de épocas, cores e culturas. “A mercadoria vem da Barra ou Ipanema, são doações de igreja ou compra de parentes de pessoas que faleceram”, diz Iva ao costurar um colar de pano.

Para a cabeleireira Vilma dos Santos a origem não é problema, “Tem muita coisa que se aproveita, das roupas aos calçados, não importa se já morreu, só compro roupa nova para festas especiais. Esses dias comprei um vestido lindo aqui para ir a um casamento” explica enquanto prova as peças. Não são só as roupas que fazem sucesso, também há sapatos e bijuterias. Judith Dantas comerciante do bairro e freqüentadora assídua da loja da Iva afirma “Brechó é como cachaça, vicia”.

Kika Farias é pernambucana e atriz, estava passando na Lapa quando viu um bolero na porta do brechó da Geni, além de levar a roupa, achou opções de figurino para seu próximo espetáculo. “Estou fazendo uma pesquisa peças retrôs com corte masculino em roupas femininas nas cores preto e branco, achei uma calça e um colete do estilo que queria”. Para a atriz a variedade, o preço e a originalidade é o que mais chama atenção nos brechós.

Dona Geni dona da loja há três anos e sempre gostou de brechó, todas as suas roupas são da loja e ela faz seu próprio estilo. Paulista, radicada no Rio, escolheu o bairro porque tem tudo a ver com o negócio “A Lapa é a cara do Brechó e vice-versa” afirma sorridente.


Sarah e Sophia também estão no negócio há muito tempo, mãe e filha trabalham há mais de vinte anos com brechós. Na loja é possível encontrar de chapéus, vestidos, casacos e até estola em meio ao calor de 30º graus do Rio de Janeiro. “Quem vem ao brechó procura o estilo retrô original e pode adquirir até roupa de grife nunca usada por um preço muito mais justo” Afirma a comerciante Sarah.

Para saber mais:
Os brechós ficam na Rua Men de Sá com a Lavradio no Bairro da Lapa, Rio de Janeiro - RJ
Telefone:
(21)2222-1463

Por Bruna Spaniol para o jornal da Faculdade da Cidade

1 comentários:

  1. massa seu blog..
    saudades de tu
    as vezes olhando minhas fotos, pego sempre aquela que tiramos na frenete da casa de sinésio lembra?

    um abração
    sucesso no blog
    materias boas

    xD